SIAP – Coletando coordenadas GPS

Spread the love

A motivação de escrever este post foi a de exibir aos usuários Siap, alguns esclarecimentos no uso da utilização de GPS como uma das perguntas do questionário, além de mostrar casos de uso para esta tecnologia que pode trazer ótimos resultados para quem utilizá-la.

Inicialmente é bom um esclarecimento sobre A-GPS e GPS real, em outro post nosso que falava sobre o melhor dispositivo para uso com Siap, esclarecemos a diferença entre os dois (clique aqui para acessar este post), mas em poucas palavras, GPS real significa que o dispositivo Android possui um hardware dedicado a esta função, permitindo uma maior precisão, já o A-GPS (GPS Assistido), utiliza informações da rede ao qual o dispositivo está conectado. Quando este dispositivo possui 3G, esta posição é feita a partir da triangulação das antenas da operadora que fornece o serviço de 3G. Quando ligado em Wi-fi, pode fornecer informações a partir do endereço IP, de acordo com as informações que a fornecedora do link de internet indica para o IP fornecido.

Portanto para um uso mais sério do recurso GPS, e quando não for desejável/possível depender da operadora de celular, é bom confirmar se o dispositivo Android possui GPS real. Esclarecido isto, acontece que mesmo dispositivos que possuem GPS real, como o sistema Android sempre tenta fornecer de forma mais rápida possível a localização GPS para a aplicação que solicita os dados, normalmente o que acontece, como vamos ver mais a frente, é que a primeira localização fornecida é via A-GPS, para depois que o GPS real consegue a sincronia com os satélites, esta localização real é substituída.

Na figura 1 exibimos uma pergunta do tipo GPS, já com as informações de latitude e longitude, porém pela precisão da informação (destacado em amarelo), e como o ícone de GPS real ainda não está ativo (destacado em vermelho), está fornecendo a localização via A-GPS, note que o ícone que informa se o GPS está conectado ainda está apagado, ou não totalmente preenchido. Já na figura 2, vemos que o ícone do GPS está ativo, e a precisão da informação é bem melhor desta vez, como podemos ver pelo número de casas decimais da informação de latitude e longitude, quanto maior esta informação maior a precisão, que pode chegar até uma margem de erro de alguns metros para a maioria dos celulares e tablets com GPS real.

Figura 1 -A-GPS, GPS real ainda não respondeu
Figura 1 -A-GPS, GPS real ainda não respondeu
Figura 2 - GPS Real já ativado
Figura 2 – GPS Real já ativado

Um problema recorrente de nossos clientes é a velocidade com que o GPS real responde, o que acarreta que no meio da realização de um questionário, significa tempo parado, e o que é pior, no meio de uma entrevista, com o entrevistador esperando para dar continuidade ao seu questionário. Não há como estimar quanto tempo leva para o GPS informar a localização, pois vários fatores devem ser levados em conta como : qualidade do hardware, local coberto ou não, potência da bateria, estar em deslocamento ou parado, entre outros. Para evitar esta interrupção na entrevista, temos duas sugestões :

  1. Fazer a pergunta do tipo GPS como a primeira do questionário, e treinar seus entrevistadores a iniciar o questionário mesmo que ainda não tenha conseguido um entrevistado, pois assim, no tempo que levar para conseguir o próximo entrevistado, o GPS já forneceu a localização real.
  2. Fazer a pergunta do tipo GPS como a última do questionário, com isto, enquanto a entrevista é realizada, o GPS começa a tentar a localização, e quando chegar a última pergunta, mesmo que o GPS não tenha retornado a localização, o entrevistador deve estar treinado para liberar o entrevistado, para que este espere até o GPS responder.

A segunda opção é nossa indicação, até porque a partir da versão 2.0.8 do SiapDroid, alteramos o comportamento do Siap, antes desta versão, o GPS era ativado apenas quando era exibida a pergunta GPS, o que acarretava uma demora até a resposta do GPS, agora, quando um questionário possui uma ou mais perguntas GPS, a partir da primeira pergunta, o GPS é ativado, por isto, quando chegar na última pergunta, o GPS provavelmente estará ativo.  Este é o comportamento padrão, porém, a partir da configuração do Siap você pode retornar ao comportamento anterior, como pode ser visto na figura 3. Notar que quanto mais tempo o GPS ficar ativo, maior será o consumo da bateria do dispositivo Android, portanto, se você escolher a primeira opção, o consumo da bateria tende a ser muito maior que na segunda opção, pois o GPS fica ativo até você encontrar o entrevistador, e depois disso até o fim da entrevista. Pode parecer que o consumo não é relevante, mas neste caso, pode diminuir a vida útil da bateria em mais de 50% num dia normal de entrevistas.

Figura 3 - Configuração SiapDroid em destaque o GPS
Figura 3 – Configuração Siap em destaque o GPS

 

links relacionados:

SIAP – Analisando Mapa geográfico GPS